7 Maneiras Onde o COVID-19 Está Afetando o Tráfego e Como os SEOs Podem Responder
7 Maneiras Onde o COVID-19 Está Afetando o Tráfego e Como os SEOs Podem Responde

7 Maneiras Onde o COVID-19 Está Afetando o Tráfego e Como os SEOs Podem Responder

A pergunta que está na mente de todo SEO agora é: “Como o Coronavírus afeta as métricas de SEO?”

Nenhuma surpresa aqui. A resposta, como sempre, é “depende”.

Como a pesquisa reflete o comportamento humano, o COVID-19 está afetando cada setor de maneira diferente.

Por exemplo, assim como as pessoas estão formando filas do lado de fora dos supermercados, os sites de comércio eletrônico que vendem os mesmos itens essenciais provavelmente estão enfrentando um grande aumento no tráfego.

Isso também está mudando à medida que as notícias se desenrolam. Por exemplo, impressões e tráfego de “alimentos não perecíveis” aumentaram quando coisas como distanciamento social e abrigo no local foram anunciadas.

Como SEOs, precisamos responder de acordo.

Consegui analisar os dados de alguns sites em várias verticais.

Também estou utilizando as informações que vi compartilhadas de outros SEOs.

Com base no que vi até agora, aqui estão sete maneiras pelas quais o COVID-19 parece estar afetando as métricas de SEO e como devemos considerar a resposta.

1. Sites de comércio eletrônico que vendem itens essenciais estão surgindo

Tenho certeza de que não sou o único que viu sites de comércio eletrônico (pelo menos os que vendem itens essenciais) com grandes picos de impressões e tráfego.

Isso é proveniente de pessoas que procuram papel higiênico, desinfetante para as mãos, álcool gel, termômetros … claramente pesquisas de produtos relacionados à pandemia.

Esse enorme aumento na demanda, bem como a escassez de produtos, até criaram novas consultas como “papel higiênico perto de mim” e “álcool gel perto de mim”.

Por outro lado, já vi itens não essenciais, como maquiagem, sofrerem quedas no tráfego, além de produtos ligados à viagem, como bolsas e bagagem.

Mas coisas que não são essenciais um dia podem se tornar essenciais no dia seguinte. #Fato

Na mesma época em que as academias começaram a fechar, vimos impressões e picos de tráfego para coisas como “crossfit” e outras opções de condicionamento físico.

Ou quando os empregadores começaram a exigir o home office?

Sim, isso ocorreu na mesma época em que coisas como “cadeira de escritório” e “mesa de escritório” começaram a aparecer nos dados da consulta e no Google Trends.

Como responder

A demanda está alta no momento, mas essa demanda mudou amplamente para produtos que as pessoas precisam para evitar e / ou lidar com a pandemia.

Os SEOs de comércio eletrônico podem considerar a criação de um segmento de páginas de produtos de alta demanda, com base em suas impressões / dados de tráfego, para acompanhar de perto.

Rastreie essas páginas com frequência.

Monitore os arquivos de log para garantir que eles não estejam exibindo erros de bots nos mecanismos de pesquisa.

Facilite a localização na navegação do site.

Observe aos dados da busca e acesso dessas páginas para garantir que seu conteúdo reflita as intenções mais atualizadas do pesquisador.

 

2. Sites de saúde e bem-estar estão surgindo e se destacando

A vertical de saúde e bem-estar não é estranha à volatilidade.

Recentemente, o Google reprimiu um conteúdo que fornece conselhos e informações sobre questões médicas (um tópico “YMYL“, de acordo com as diretrizes do avaliador de qualidade), mantendo-o em um padrão muito alto.

Como resultado do COVID-19, os sites de saúde e bem-estar que eu observei estão enfrentando um aumento geral de impressões e tráfego.

Parece que isso está sendo causado principalmente por consultas como “sintomas de coronavírus”.

Por outro lado, as pessoas parecem se importar muito menos com coisas como jejum intermitente.

Também parece haver um aumento nas consultas de remédios naturais como “ervas antivirais”, “óleos essenciais antibacterianos”, “vitaminas” e “alimentos antivirais”.

Como responder

A busca por conhecimento, autoridade e confiança com esse tipo de conteúdo (E-A-T) é mais importante agora do que nunca.

As pessoas estão recorrendo aos mecanismos de pesquisa para responder às suas perguntas médicas, uma responsabilidade que não pode ser ignorada.

 

3. Sites de receita parecem estar experimentando um pequeno aumento

Os sites de receita em que pude pesquisar até o momento tiveram um aumento de impressões e cliques, embora não sejam tão drásticos quanto os dos varejistas de produtos agora essenciais ou sites de saúde.

Provavelmente, porque mais pessoas estão cozinhando em casa, em vez de comer fora.

Isso pode continuar aumentando, quanto mais os restaurantes estiverem fechados ou operando com capacidade reduzida.

Como responder

Use os dados estruturados de receita para aprimorar a maneira como suas receitas são exibidas nos resultados da pesquisa, para capturar parte dessa demanda crescente por receitas.

Considere publicar ou promover receitas que utilizam menos ingredientes e/ou ingredientes que são mais fáceis de obter no momento.

 

4. O tráfego de sites de viagens ainda existe

Olhando por cima, você pode pensar que os sites de viagens estão sofrendo grandes ocorrências de tráfego devido a restrições de viagens e distâncias sociais.

No entanto, em alguns casos vimos impressões e tráfego aumentarem.

Minha primeira sugestão foi que isso deve ser atribuído a pessoas que desejam cancelar, reagendar ou obter reembolso por suas reservas.

Parece que é um pouco mais complicado que isso.

Na verdade, notei impressões e picos de tráfego para consultas como “voos baratos” – potencialmente porque com todos os cancelamentos, as pessoas estão assumindo que as companhias aéreas estarão vendendo assentos a preços com super descontos, e de repente, pensando agora em comprar viagens pro final do ano..

As consultas de hotéis parecem estar diminuindo, especialmente em locais clássicos fechados, como a Disneylândia ou São Francisco.

Sem surpresa, parece que as consultas relacionadas a cruzeiros também estão caindo.

O setor de viagens é diversificado, abrangendo voos, hotéis, cruzeiros e muito mais.

O impacto específico varia de acordo com o setor.

No geral, porém, a indústria de viagens está definitivamente sentindo o impacto.

Como responder ?

As empresas de viagens provavelmente estão nesse momento mudando amplamente o foco para o suporte ao cliente e gerenciamento de reputação, não aquisição.

Os SEOs de empresas de viagens podem ajudar nesse esforço, monitorando de perto os dados de suas buscas e consultas para ver onde a demanda de seu público está mudando, e usar essas informações para informar o pessoal de suporte e de relações públicas

5. Os sites de informações estão com uma demanda incrivelmente alta

Isso não surpreenderá ninguém, mas os sites de informações estão enfrentando grandes aumentos de impressões e tráfego.

As pessoas procuram atualizações em todas as formas, desde o “mapa do coronavírus” até o impacto do coronavírus no mercado de ações.

Uma coisa é certa: todos nós fomos bombardeados com notícias ultimamente (para melhor ou para pior).

Como responder

À medida que os jornalistas continuam relatando notícias e atualizações de coronavírus, os SEOs desses sites podem oferecer suporte de várias maneiras.

Eles podem:

  • Ver seus arquivos de log para garantir que as páginas AMP não estejam exibindo erros;
  • Monitorar as páginas por data de publicação para garantir que os robôs dos mecanismos de pesquisa estejam rastreando novas páginas o mais rápido possível;
  • Usar os dados de pesquisa para informar onde está o interesse público a um dado momento;
  • Coordenar o conteúdo evergreen para compensar a volatilidade sazonal e baseada em notícias.

6. Os restaurantes precisam pivotar

Embora eu não tenha conseguido olhar diretamente para os dados de sites de restaurantes, os efeitos são aparentes.

Em alguns poucos locais, os restaurantes estão operando com capacidade limitada.

Em outros, restaurantes e bares estão fechados completamente.

Isso significa que as consultas de restaurantes locais estão diminuindo.

Veja no Google Trends “restaurante perto de mim“, está caindo desde 14 de março.

No entanto, o interesse em alternativas como  “restaurante delivery” (uma opção que muitos restaurantes estão começando a oferecer) está aumentando bastante desde 8 de março.

Serviços de entrega de terceiros, como UberEats, Rappi, etc. também estão em alta.

Felizmente, em certos países (não sei se no Brasil estão) algumas dessas empresas estão isentando temporariamente as taxas que cobram em alguns restaurantes para ajudá-los a sobreviver durante esse período.

Como responder

Se você faz SEO local para um restaurante que teve que fechar devido ao COVID-19, use o horário de férias no Google Meu Negócio (GMB) para indicar que você fechou em vez de remover completamente o horário da sua loja.

Você também pode adicionar uma quiz de pergunta e resposta do GMB no status do seu restaurante durante a epidemia de COVID-19, e conseguir que o maior número de pessoas possível o faça uma votação positiva, para que apareça como a principal pergunta no seu painel de conhecimento.

Também recomendamos que as empresas locais usem as Postagens do GMB para apontar as suas atualizações.

7. A volatilidade está presente nos sites em geral

Os tempos são incertos, mas uma coisa é certa: a volatilidade atual está afetando quase todos os sites em que nós procuramos.

Nestes tempos de volatilidade, a empatia e os dados do seu site são essenciais.

Os benchmarks podem ser úteis, mas verifique seus próprios dados de busca e consulta, pois isso pode fornecer uma janela de oportunidades para as necessidades do seu público.

Você está atendendo a essas necessidades ou não?

No momento em que as marcas precisam reduzir seus gastos com campanhas, há um canal de aquisição que não deveria ser desativado durante os cortes no orçamento … pesquisa orgânica.

Afinal, as pessoas em casa vão começar a procurar mais na web.

Embora as coisas estejam atualmente em um estado de grande fluxo, o SEO pode ser mais importante agora do que nunca.

Fonte: https://www.searchenginejournal.com/covid-19-affecting-search-traffic-seo/

 

Baixe Meu Checklist SEO