Como Otimizar Seu Site Para Várias Palavras-Chave

No SEO de hoje, onde o contexto é mais importante do que as palavras-chave, a medição de desempenho muitas vezes ainda se resume a termos de palavras-chave específicos e frases que um usuário busca.

Enquanto você não precisa perseguir o algoritmo para termos específicos e trabalhar sobre variações e frases para disputar posição contra concorrentes, você ainda precisa se preocupar tanto com a relevância quanto com a autoridade.

A relevância do conteúdo para o assunto e a ambigüidade do que o contexto é realmente significante em relação a abordagem de palavras-chave individuais nos levaram a estratégias mais frouxas e a uma necessidade renovada de se concentrar na otimização na página.

Embora confiando que o Google compreenderá o contexto do nosso conteúdo à medida que você constrói uma marca forte e uma experiência de usuário positiva, você ainda enfrenta a necessidade de:

  • Determinar a hierarquia do nosso conteúdo.
  • Organizar nosso conteúdo.
  • Construir esse contexto para, em última instância, classificar por múltiplas palavras-chave que atendam aos nossos objetivos de conversão.

A necessidade de otimizar e se concentrar em palavras-chave é tão importante como sempre, embora a importância de certas técnicas de otimização tenha mudado.

Sendo assim, veja agora:

Como Otimizar Seu Site Para Várias Palavras-Chave:

1. Conheça seu conteúdo atual

Uma vez que você estabeleceu seus objetivos de conversão, organizou sua análise e conduziu sua pesquisa de palavras-chave, você está pronto para organizar seus dados de palavras-chave em tópicos significativos.

Você pode encontrar conjuntos de termos no mesmo tópico e agrupá-los.

Você não precisará de uma enxurrada de palavras-chave ou usar todas as variações literais dos termos e suas versões plurais ou singulares, mas você precisa saber quais conjuntos de termos estão relacionados a um tópico.

Se você tem um site de comércio eletrônico, isso provavelmente se encaixa em termos de nível superior para os tópicos mais gerais do nicho ou indústria em que seu site vende produtos, categorias de produtos, marcas, outras opções de filtragem ou agrupamento de produtos e, finalmente, no Nível de produto propriamente dito.

A maioria dos sites B2B segue um padrão também com os termos da indústria de negócios de nível superior, categorias de produtos ou serviços e os produtos ou serviços.

Com palavras-chave agrupadas em tópicos, é possível ir para o importante passo seguinte, mapear suas palavras-chave para páginas de conteúdo existentes ou realizar uma auditoria de conteúdo.

O processo de início é executar um rastreamento da estrutura do site existente com o Screaming Frog, baixar os resultados das páginas HTML no Excel e depois começar a trabalhar colocando tópicos e termos ao lado de páginas específicas.

Problemas com lacunas (em termos de páginas para o número de tópicos e termos de palavras-chave) geralmente emergem rapidamente, permitindo o planejamento de conteúdo adicional.

Quando você sabe que tem lacunas de conteúdo e precisa criar mais, é quando você pode se virar e procurar rapidamente quais sites estão no topo dos SERPs (Sarch Engine Results Page, ou Página de Resultados de Motores de Buscas, ou simplificando, o resultado de uma busca no Google) para esses tópicos e inspirar-se (sem copiá-los) para encontrar as lacunas com seu próprio conteúdo e tomar decisões com base na prioridade.

 

2. Otimize a arquitetura do site

Saber onde você está com seu conteúdo e ter um plano para preencher lacunas que faltam é o começo, mas não o levará muito à frente, antes de perceber que precisa descobrir como organizar o conteúdo.

O conceito de Silo de Bruce Clay ainda tem princípios sólidos para lhe ajudar a se concentrar no seu site (embora alguns aspectos de como é feito sejam diferentes hoje).

Balanceando a experiência do usuário, a prioridade das ofertas de produtos/serviços e o volume de tópico de pesquisa por palavra-chave (demanda do público), crie a hierarquia do seu site funcionando de cima para baixo indo do mais geral para o mais específico.

Conforme observado anteriormente, a maioria dos sites já foram construídos desta forma naturalmente.

No entanto, quando o SEO não está envolvido, a navegação e a estrutura do site geralmente são ditadas por uma visão interna ou organizacional do que pensamos ser mais importante, e não do que os nossos clientes estão buscando e como estão procurando.

Ao tomar uma abordagem que analisa essencialmente qualquer página em qualquer nível no site como um ponto de entrada e página de destino para uma ou mais palavras-chave tópicas, você pode lançar uma rede mais ampla em termos de rankings e visibilidade.

Quando você tenta classificar por muitos termos com uma única página ou seção do site, você irá canibalizar seus próprios esforços e diluir sua mensagem.

A Stone Temple Consulting recentemente aprofundou a forma de reconhecer a canibalização.

Estamos longe dos dias de segmentação de uma palavra-chave por página, mas, ao mesmo tempo, você não pode esperar classificar para uma ampla gama de tópicos e termos com um pequeno conjunto de páginas e indo na direção do “menos é mais “, quando se trata de conteúdo.

 

3. Faça a otimização na sua página

É surpreendente para mim quantas campanhas de SEO eu vi recentemente que negligenciaram os conceitos básicos de otimização na página.

Esses princípios básicos de SEO e melhores práticas ainda se aplicam.

Você precisa ir mais fundo do que apenas tentar produzir um ótimo conteúdo e organizá-lo corretamente de cima para baixo no site.

Quando você está construindo um contexto para o usuário e o Google, você deve garantir uma categorização adequada.

A última coisa que quero é que as páginas do meu site ofereçam uma experiência de usuário incorreta.

Se um cliente potencial está procurando dar um whisky de presente para um noivo em seu casamento, mas ainda não sabe qual o tipo de produto que eles querem e acaba caindo em uma página de barril de whisky específica que ultrapassou a página da categoria, eles são mais propensos a sair.

Quando você está construindo um contexto para o usuário e o Google, você deve garantir uma categorização adequada. A última coisa que você deseja é que as páginas do seu site ofereçam uma experiência de usuário incorreta.

Se um cliente potencial estiver procurando dar de presente uma garrafa de whisky para um noivo em seu casamento mas ainda não sabe o tipo de produto eles procura, e por acaso acabam aterrando em uma página de barris de whisky muito específica que ultrapassou a página da categoria, eles são mais propensos a saltar .

Ainda há poder nas variáveis ??na página.

O foco não é ter uma única densidade de palavra-chave do texto ou tag que mova a agulha sozinha, no entanto, com todos os fatores que trabalham em conjunto com arquitetura e otimização na página, você pode apresentar um conjunto sólido de conteúdo em relação à relevância em seu particular assunto.

Quando você tem tudo em excelente forma, você consegue gastar tempo em detalhes mais detalhados de otimização, e testes para ver como eles afetam os rankings.

Minha equipe tem a oportunidade de trabalhar em um site de comércio eletrônico.

Essa empresa trabalhou no processo de alinhamento da arquitetura de informações com tópicos-chave relevantes para seus produtos e agora está em uma fase em que eles podem se preocupar com o movimento nas principais posições no Google.

O nosso cliente está ajustando suas tags e elementos únicos na página, sabendo que o pequeno ajuste correto para uma tag de título pode significar muito em termos de posição melhorada e que uma taxa de clique maior resulta em mais conversões.

Nós nos ajustamos recentemente algumas linkagens, trabalhando algumas palavras-chave e adicionamos algumas ligações à ação para a página de categoria de produtos.

O resultado?

Uma melhora nos rankings de posicionamento de 6,3 para 3,1 e um aumento na taxa de cliques de 5,74% para 14,23%.

E de quebra, primeira página para todos os termos de categorias de produtos que ele vende, associados ao nome da rua que ele trabalha, que é específica na sua área.

É muito divertido estar em um ponto em que você pode olhar as atualizações únicas de detalhes finos, quando você tem seu site corretamente otimizado e categorizado para muitas palavras-chave.

 

4. Não esqueça o resto do SEO

Quando sua arquitetura de informações está alinhada com a sua estratégia no contexto de construção, e quando você está em boa forma do ponto de vista da otimização na página, você pode se concentrar em detalhes finos e mudanças de teste de variável única.

Você não quer parar aqui e ter vista curta em sua abordagem.

É importante lembrar o resto da sua estratégia de SEO, incluindo aspectos da “autoridade” que funcionam em conjunto com a “relevância” que você construiu.

Quando você tem um site equilibrado e um ótimo conteúdo de cima para baixo, você pode atrair links para páginas diferentes da sua página inicial, utilizando estratégias de classificação fora da página que são direcionadas a tópicos específicos mais profundos dentro do site sem se preocupar com a diluição ou a canibalização, mudando a intenção de uma página na determinação dos motores de busca de um tópico ou subtópico para outro.

Última Dica :

Compartilhe esse posts se você gostou, siga nossas mídias sociais para receber mais conteúdo relevante e deixe abaixo seu comentário, sua pergunta e diga se lhe ajudaram essas dicas sobre Como Otimizar Seu Site Para Várias Palavras-Chave !

Ficou curioso ? Leia mais sobre SEO no meu blog.

Deixe uma resposta