24/03/2019 Rodolfo Sabino

Google EAT e YMYL: O Que Isso Significa para Seu Site

Google EAT e YMYL: O Que Isso Significa para Seu Site
Gostou do post? Ajude-nos votando nas estrelas AQUI Abaixo 👇

E-A-T significa “Expertise, Authoritativeness and Trustworthiness” ou Expertise, Autoridade e Confiabilidade e é a métrica com a qual os avaliadores do Google classificam as páginas. As páginas de alta qualidade possuem um alto nível de E-A-T, enquanto as páginas de baixa qualidade não.

YMYL significa “Your Money or Your Life” ou Seu Dinheiro ou Sua Vida e são páginas que são importantes o suficiente para que, se forem de baixa qualidade, possam ter um potencial impacto negativo na vida, renda ou felicidade de uma pessoa. Como regra geral, as páginas que o Google exige que sejam escritas por especialistas são conhecidas como páginas YMYL.

Mas agora falaremos mais sobre Google EAT.

A atualização do algoritmo do Google E-A-T faz parte de uma longa série de mudanças importantes na forma como o Google classifica os sites.

Enquanto eles introduzem pequenas alterações várias vezes ao dia, são as principais atualizações que realmente afetam a vida dos proprietários de sites.

E desta vez não foi exceção.

Embora a atualização E-A-T não tenha causado um impacto tão grande quanto os outros no passado (pense no Mobilegeddon), ela traz implicações importantes que você deve conhecer.

Por esse motivo, a seguir, lhe mostraremos o que é a atualização E-A-T do algoritmo do Google, seus efeitos na pesquisa e o que você pode fazer para garantir que seu site baseado em WordPress continue com um bom desempenho.

Ah, e não esqueça de baixar nosso Checklist Exclusivo de SEO.

Então, o que é exatamente a atualização E-A-T do algoritmo Google?

Em primeiro lugar, esta atualização não é uma novidade, isso já aconteceu no início de agosto de 2018.

Naquela época, muitas pessoas de SEO notaram flutuações nos rankings de busca.

Além disso, o Google também anunciou que haveria uma ampla atualização, algo que eles não costumam fazer.

Isso muda como o Google classifica Páginas  YMYL

Se você nunca ouviu falar de YMYL, você não está sozinho. É um acrônimo que significa Your Money Your Life, ou  “seu dinheiro, sua vida” e é um termo que o Google usa para tipos de páginas que poderiam impactar a felicidade, a saúde, a estabilidade financeira ou a segurança dos usuários no futuro (segundo as Diretrizes de qualidade do Google).

Assim, a atualização de agosto de 2018 teve o maior efeito em sites e páginas que se enquadram nessa categoria.

Alguns deles viram mudanças imensas em seu tráfego de pesquisa (como muitos amigos inclusive me relataram).

Alguns tiveram perdas de mais de 50% dos visitantes dentro do período de poucos dias, o que não é comum,  mesmo entre pesos-pesados.

Via de regra, aqueles que foram mais afetados foram os sites de saúde, fitness, nutrição, bem-estar e medicina.

Essa também é a razão pela qual algumas pessoas se referem ao que aconteceu como a atualização “medic” do Google.

No entanto, outros setores, como o comércio eletrônico e os negócios, também viram grandes mudanças.

Além disso, houveram alterações nas consultas de pesquisa locais, mas isso não é algo em que a maioria das pessoas se concentra.

Mas deveriam !

Seu Dinheiro Ou Sua Vida: Não, Estamos Falando Sobre O Google Aqui (Páginas Y-M-Y-L)

Eu gosto de resumir o acrônimo YMYL como uma classificação de qualidade para conteúdo on-line que fala sobre  seu dinheiro ou sua vida.

OK, não é exatamente isso. Mas acho que estou perto. E como nós dissemos no começo, veja o que o Google define como Y-M-Y-L.

YMYL significa “Your Money or Your Life” e são páginas que são importantes o suficiente para que, se forem de baixa qualidade, possam ter um potencial impacto negativo na vida, renda ou felicidade de uma pessoa. Como regra geral, as páginas que o Google exige que sejam escritas por especialistas são conhecidas como páginas YMYL.

O Google considera as seguintes categorias como exemplos de páginas YMYL:

  • Páginas de compras ou transações financeiras;
  • Páginas que oferecem informações financeiras, por exemplo, informações sobre investimentos ou impostos;
  • Páginas que oferecem informações médicas sobre doenças ou saúde mental;
  • Páginas que oferecem informações jurídicas sobre temas como apoio infantil, divórcio, criação de um testamento, tornar-se cidadão, etc.;
  • Qualquer página que tenha o potencial de ser perigosa ou prejudicial se possuir baixos níveis de E-A-T (reparação e manutenção de automóveis, por exemplo).

Quando se trata dessas páginas, o Google tem padrões de classificação de qualidade de página incrivelmente altos.

Este é o esforço do Google para proteger os usuários do Google de conteúdo complexo de baixa qualidade que não possui os níveis necessários de E-A-T.

A atualização aparentemente concentra-se em marcadores de especialização, autoridade e confiança (ou E-A-T)

O mais irritante dessa atualização é que o Google realmente não falou sobre o assunto.

E não é porque as pessoas não perguntaram.

Sua resposta sobre como lidar com rankings perdidos permaneceu relativamente vaga e variou de criar um ótimo conteúdo até usar as Diretrizes de Qualidade de Qualidade.

No entanto, o maior consenso da comunidade de SEO é que o alvo era os marcadores E-A-T.

E-A-T é um termo que encontrou seu caminho nas diretrizes pouco antes da atualização e também faz sentido a partir da análise.

Como você provavelmente já sabe, EAT significa:

  • Especialização (Expertise) – Como o dono do site ou o autor do conteúdo é especialista sobre o assunto de que fala. Isto é especialmente importante para os sites YMYL, não tanto para websites de fofocas ou similares.
  • Autoridade (Authoritativeness) – A credibilidade do site que publica o conteúdo. Isso inclui quaisquer credenciais, avaliações externas, depoimentos, etc.
  • Confiabilidade (Trustworthiness) – Examina quão confiável é o site em questão. Isso significa a qualidade geral do site e especialmente fatores como segurança do site.

Em resumo, as diretrizes do Google E-A-T tratam de avaliar se os usuários podem confiar em você.

O objetivo de considerá-los mais fortemente no algoritmo de busca é, como de costume, fornecer aos pesquisadores os melhores resultados possíveis para suas consultas.

No entanto, o que isso significa para o seu site e como melhorar? Veja abaixo

Expertise, Autoritatividade, Confiança: E-A-T

E-A-T é a métrica com a qual os avaliadores do Google classificam as páginas.

As páginas de alta qualidade possuem um alto nível de E-A-T, enquanto as páginas de baixa qualidade não.

Como você domina o E-A-T?

De acordo com a Seção 4 da Parte 1 das diretrizes, as páginas de alta qualidade possuem as seguintes características:

  • Conteúdo principal suficiente: o conteúdo deve ser amplo o suficiente para satisfazer as necessidades de um usuário para o tópico escrito e a finalidade exclusivos de uma página (tópicos abrangentes exigem mais informações do que tópicos restritos, por exemplo);
  • A página e seu conteúdo associado são especialistas, autoritativos e confiáveis para o tópico que discutem;
  • O site tem uma reputação positiva;
  • O site apresenta informações auxiliares suficientes, por exemplo, “Sobre nós”, “Contato” ou “Serviço ao cliente”;
  • O site apresenta conteúdo suplementar que aprimora o aproveitamento e a experiência do usuário de uma página da Web,
  • A página foi projetada de maneira funcional, permitindo que os usuários localizem facilmente as informações que desejam,
  • O site é mantido e editado regularmente e frequentemente.

Um dos aspectos mais importantes dessa lista é o conceito de E-A-T.

O E-A-T tem um efeito direto no nível de qualidade da página, bem como na sua reputação na web em geral.

Para ser considerado de alta qualidade, o Google afirma que “os sites precisam de conhecimento suficiente para ter autoridade e confiança em sua área”.

No entanto, é importante ter em mente que o conteúdo do “Especialista” pode variar dependendo do tipo e da finalidade de uma página.

Por exemplo, embora o aconselhamento médico de alto nível precise ser escrito por um médico credenciado para ser considerado conteúdo de “Especialista”, as informações gerais fornecidas em fóruns de suporte médico podem ser consideradas “Especialistas”, mesmo que tenham sido escritas por um leigo.

Alguns tópicos exigem níveis menos formais de especialização e, para essas páginas, o Google observa predominantemente o quão detalhada e útil é a informação fornecida.

Isto é verdade para coisas como avaliações de produtos e restaurantes, informações sobre sites de moda, sites de fofocas e sites de humor.

O Google deixa claro que, embora existam muitos tipos diferentes de “Expertise cotidiana” e que os avaliadores não penalizarão um site por não ter treinamento “Formal” em um determinado campo se o campo não justificar necessariamente isso (isso é verdade sites de moda, por exemplo).

No entanto, o Google esclarece que os sites a seguir devem ser escritos por especialistas qualificados e credenciados:

  • Informação médica;
  • Conselho financeiro;
  • Conselhos ou páginas de informações sobre qualquer assunto que possam ter um potencial impacto negativo na saúde, felicidade ou riqueza de uma pessoa;
  • Páginas de hobbys de alta qualidade.

Quando se trata de E-A-T, o resultado é o seguinte: algumas páginas exigem níveis mais altos de experiência formal, enquanto algumas exigem “conhecimento diário”.

Para determinar qual é qual, os criadores de conteúdo e os profissionais de marketing precisam pensar sobre o quanto de especialização é necessário para página para atingir seu objetivo e fornecer conteúdo útil, útil e detalhado.

 

Como implementar as diretrizes do Google E-A-T

Até agora, sua pergunta mais importante é provavelmente como você pode evitar ser rebaixado nas buscas com base no E-A-T ou, se você já sofre com o tráfego reduzido, como você pode se recuperar.
De agora em diante, o resto do post será sobre isso. \o/

1. Dê uma olhada no espelho

Algo que muitas vezes você precisa enfatizar sobre SEO é que não se trata de enganar os mecanismos de busca para enviar tráfego para você.

Em vez disso, trata-se de entender que atualizações como essa visam melhorar a pesquisa para os usuários.

No final, o Google deseja fornecer a seus usuários os resultados mais relevantes e de alta qualidade. Como conseqüência, sua missão deve ser a mesma.

Para alcançá-lo, sua primeira tarefa é observar o que você está fazendo.

Se você já tem um ótimo site, blog, empresa, produto, serviço ou o que estiver oferecendo, isso levará a links, resenhas, críticas positivas e muitas outras coisas que os mecanismos de pesquisa usam para avaliar a qualidade.

Por outro lado, se não for o caso e você deixar muitos usuários, clientes e visitantes interessados, provavelmente você não terá um bom desempenho na pesquisa, independentemente de quanto SEO técnico você fizer.

Portanto, a primeira ordem do dia é examinar seu próprio site e ver se algo pode ser considerado incompleto, com spam ou prejudicial a outras pessoas.

Se assim for, essa é a primeira coisa a cuidar.

 

2. Otimize sua página Sobre Nós

Uma coisa que as diretrizes do Google afirmam claramente é que deve ficar claro quem é responsável pelas informações em seu website.

Isso também é algo que importa para os usuários. Eles querem saber quem está por trás do site para entender se podem confiar nele.

Uma das maneiras mais básicas de conseguir isso é implementar uma página Sobre Nós.

No entanto, para se sair bem em um mundo E-A-T, não se trata apenas do fato de que esta página existe, mas também de que ela contém marcadores importantes de especialização, autoridade e confiabilidade. Isto pode ser:

  • Experiência e / ou status de especialista seu ou de membros da equipe;
  • Prêmios que você ganhou ou foi indicado para;
  • Mensagens da imprensa positiva sobre você;
  • Depoimentos de clientes;
  • Títulos acadêmicos ou outras qualificações formais;
  • Endereço comercial e detalhes de contato.

Se você não pensou nisso em sua página Sobre Nós em algum momento, é provável que esteja faltando muita coisa.

Hora de mudar isso.

 

3. Mostre a experiência de todos em seu site

O que se aplica ao seu site em geral também se aplica às pessoas que trabalham nele.

Qualquer pessoa que crie conteúdo deve ter um perfil de autor que liste suas credenciais.

Você edita o perfil clicando no nome de usuário no canto superior direito do WordPress.

Quando você faz isso, e seu tema é configurado para mostrar, essas informações aparecerão na parte inferior dos artigos escritos pela pessoa (basta ir até o final deste post para um exemplo) e também no topo dos arquivos do autor.

Isso tem a vantagem adicional de transformar a página de arquivo do autor em conteúdo exclusivo, que é outro sinal de SEO positivo.

No entanto, o que faz um perfil de autor estar ideal para a atualização do algoritmo do Google E-A-T?

Aqui estão algumas idéias:

  • Blogs populares ou negócios que você possui,
  • Explicações sobre você falando em conferências e eventos do setor,
  • Empresas importantes para as quais você trabalha ou que trabalhou no passado,
  • Prêmios que você ganhou.

Em suma, informações importantes para seu site como um todo, mas a nível individual.

 

4. Gerencie sua reputação

No entanto, assim como uma Consultoria em SEO não é apenas sobre otimização on page, mas também otimizações off page, o E-A-T também diz respeito ao ambiente do seu site.

Além do que foi acima, isso significa garantir que sua reputação na Web seja a melhor possível.

Aqui estão alguns fatores importantes para isso:

  • Cobertura da imprensa – Se houver uma maneira de obter destaque em novos sites confiáveis, faça isso. Apenas uma advertência rápida: o Google é muito bom em descobrir quando a cobertura foi comprada e quando alguém dá sua opinião real. Então, não pague por isso.
  • Comentários – O mesmo que vale para a cobertura da imprensa. Apareça em destaque em sites do seu setor e peça a outras pessoas que dêes reviews sobre seu trabalho. Novamente, supõe-se que as revisões sejam favoráveis. Se não, você tem agora um outro problema.
  • Guest Posts – Para melhora o índice (digamos assim) no Google o E-A-T para você e seus autores, também é uma boa ideia participar de outros sites de alta reputação. Quando você fizer isso, vai refletir bem para sua reputação.
  • Testemunhos – Finalmente, você pode querer coletar feedback de clientes, consumidores e publicá-los em seu site.

 

5. Melhore o seu conteúdo

Seu conteúdo está sempre à frente e no centro quando se trata de um bom desempenho nos mecanismos de busca.

No entanto, também é necessário melhorar o índice E-A-T de seu site.

Isso significa que seu conteúdo cumpre exatamente esses critérios, que é habilmente escrito, de autoridade e confiável.

Para obter excelentes conselhos sobre como conseguir isso, consulte a Técnica de Skyscraper  de Brian Dean e o Conteúdo 10x da Moz.

Como mencionado acima, isso também inclui conteúdo criado por outros, como autores convidados.

Todas as postagens no seu site precisam estar de acordo com esses padrões ou elas o prejudicarão a longo prazo.

Criar um guia de estilo pode ajudar tremendamente com isso.

No entanto, melhorar seu conteúdo para a atualização do algoritmo do Google E-A-T também significa revisar suas postagens existentes para ver se elas ajudam ou atrapalham seus esforços.

O conteúdo mais antigo, às vezes, pode prejudicar sua reputação geral, principalmente porque você geralmente pode melhorá-lo com o tempo.

O primeiro passo para isso é mergulhar em seus dados de análise.

Recomendamos também uma pesquisa no Google Search Console.

Ambos ajudarão você a identificar páginas com desempenho ruim em termos de tráfego e conversões.

Depois de ter feito isso, você pode prepará-los para ficarem cada vez melhor.

Isso significa, atualizar seu conteúdo, mesclá-los com outros posts ou se livrar deles completamente (se achar necessário).

Observe que, se você decidir excluir qualquer página, implemente redirecionamentos relevantes. E um plugin de redirecionamento pode lhe ajudar com isso.

Em suma, a atualização do algoritmo do Google E-A-T tem tudo a ver com o aumento da qualidade do site
Qualquer pessoa que queira continuar a se classificar bem nos mecanismos de busca precisa acompanhar o cenário de SEO em constante mudança. Especialmente as principais alterações do algoritmo do Google são sempre uma causa para reavaliar sua estratégia.

A atualização E-A-T do algoritmo do Google não é exceção, especificamente se você executar um site do tipo YMYL.

Este é mais um passo do Google para fornecer aos usuários os melhores, mais relevantes e confiáveis resultados.

Se ser considerado como tal já estava na sua agenda, você provavelmente não precisa ter medo.

Para todos os outros, é uma chance de pensar em como melhorar ainda mais seu site e torná-lo adequado para futuras alterações.

Veja um breve resumo das etapas mencionadas acima:

  • Reavalie seu site em geral e veja se ele pode ser desagradável de alguma forma para seu cliente;
  • Otimize sua página Sobre para incluir dados interessantes ao Google E-A-T;
  • Certifique-se de também exibir a experiência dos contribuidores do site;
  • Tome medidas para gerenciar sua reputação;
  • Continuar melhorando seu conteúdo, tanto existente quanto novo.

Com as dicas acima, você vai estar no caminho para aderir às diretrizes do Google E-A-T e melhorar a qualidade do seu site no processo.

Última Dica :

Compartilhe esse posts se você gostou, siga nossas mídias sociais para receber mais conteúdo relevante e se você tem dicas adicionais sobre como lidar com a atualização do algoritmo do Google E-A-T ou sobre suas ideias gerais, por favor, deixe sua pergunta e diga se lhe ajudou esse post sobre Google EAT E O Que Isso Significa para Seu Site !

Ficou curioso ? Leia mais sobre SEO  no nosso blog.

Fontes:

– https://torquemag.io/2019/02/google-e-a-t-algorithm-update/

– https://www.semrush.com/blog/eat-and-ymyl-new-google-search-guidelines-acronyms-of-quality-content/

Baixe Meu Checklist SEO

, , , ,

Rodolfo Sabino

Rodolfo Sabino, é Empreendedor, Palestrante, Professor de SEO na Impacta Tecnologia, Certificado em Inbound Marketing pela Hubspot, em SEO pela SEM Rush.É especialista e Consultor em SEO, Marketing Digital (Inbound Marketing, Marketing de Conteúdo, Automação de Vendas e Marketing) e Growth Hacking.