SEO De Performance - Estudo de Caso - Portal de Psicologia On Line

Resumo:

Nesse estudo de caso, contaremos como levamos o cliente, que após passar pelas mudanças de algoritmos do Google E-A-T, YMYL caiu até 66 mil visitas (o pior mês da empresa, quando nos contrataram), até chegar a cerca de um milhão de visitas em apenas 3 meses.

O Desafio

A empresa é um consultório virtual que providencia terapia on line e off line, unindo prestadores de serviço  e clientes, facilitando o acesso a melhores condições de saúde e bem-estar através de soluções tecnológicas, proporcionando a todos um serviço de alta qualidade, eficiente e seguro.

Após o lançamento do site, em fevereiro de 2018, ele cresceu aceleradamente até atingir 524.947 visitas em Abril de 2018, como pode ser visto na imagem abaixo.

SEO De Performance - Estudo de Caso - Portal de Psicologia On Line

 

Porém daí em diante começou a cair o tráfego, chegando até o patamar de 66.349 em Fevereiro de 2019, o pior da história da empresa, como pode ser visto na imagem abaixo.

SEO De Performance - Estudo de Caso - Portal de Psicologia On Line

 

Após algumas conversas, a empresa nos contratou para tentar reverter esse quadro o mais rápido possível, para que seu negócio voltasse a crescer.

 

Solução – SEO De Performance

1 – Como em todos nossos clientes, começamos com uma análise completa do site do cliente e passamos diversas ferramentas de análise para eliminar erros técnicos, além de nosso olhar clínico em busca de oportunidades de melhorias.

2 – Afinamos toda a parte relativa a E-A-T e YMYL, para que o site estivesse usufruindo da autoridade que ele deveria ter perante o Google.

3 – Revisamos o conteúdo do site, estudamos o sistema de linkagem interna e refizemos boa parte dele para valorizar as principais palavras chave do cliente, bem como aumentar seus acessos orgânicos.

4 – Estudamos e tornamos mais equilibrado o perfil de link building do site do cliente, evitando que fosse penalizado pelo Google e entrasse em SandBox.

5 – Terminados todos esses serviços, aceleramos o Rankeamento da página com algumas ferramentas, de modo que rápidamente o site já havia sido analisado e crescido no ranking do Google.

 

Resultados – SEO De Performance

Após o início do nosso trabalho, a subida de tráfego do site começou a responder rápidamente, indo de 66.349 visitas orgânicas em Fevereiro de 2019 para 254.259 visitas orgânicas em Março de 2019, como pode ser visto na imagem abaixo.

SEO De Performance - Estudo de Caso - Portal de Psicologia On Line

Continuamos o trabalho, aplicando nossa metodologia de SEO de Performance e no mês seguinte, Maio de 2019, o tráfego chegou a 770.387 visitas orgânicas, como pode ser visto na imagem abaixo.

SEO De Performance - Estudo de Caso - Portal de Psicologia On Line

E continuando nosso trabalho, o site chegou a quase 1 milhão de visitas orgânicas em Maio de 2019, como pode ser visto na imagem abaixo.

SEO De Performance - Estudo de Caso - Portal de Psicologia On Line

Acompanhamento de Palavras-Chave

Das 57 palavras-chave que trabalhamos e monitoramos, o cliente está na primeira página em 50 delas, está no Top 3 em 29 delas e está na primeira posição em 16 palavras-chave.

E das 1o palavras-chave com mais tráfego de buscas, o cliente está na primeira página em 9 delas, sendo que está no TOP 3 em 6 dessas palavras-chave e na primeira posição em 4 dessas 10 palavras-chave de mais tráfego de buscas.

E abaixo você poderá ver as 20 principais palavras-chave em tráfego de buscas e o posicionamento do nosso cliente em cada uma delas.

SEO De Performance - Estudo de Caso - Portal de Psicologia On Line

Obs.: Dessas 20 palavras-chave, todas estão na primeira página e metade delas nas tês primeiras posições. E são as palavras-chave com maior quantidade de buscas.

Isso é SEO De Performance.. SEO com Resultado !

Aliás, como está o SEO da sua empresa ? Você vai atrair clientes contínuamente ou você vai continuar pagando e dependendo somente de anúncios e orações a vida toda ?

Clique AQUI e fale conosco, antes que sua concorrência faça isso !